Como medir a velocidade da sua internet
15/10/2021

Dividir Internet compensa ?

O problema é bastante complexo e parte da dificuldade de acesso a serviços de conexão, principalmente por famílias de baixa renda. A pesquisa TIC Domicílios 2019, realizada pela Cetic, aponta que uma a cada cinco pessoas só consegue acessar a internet por meio da rede de vizinho.

A prática, entretanto, não é restrita a áreas carentes, sendo vista até mesmo em empresas que a veem como uma “estratégia” eficaz de economizar recursos. A questão é que essa atitude pode gerar uma série de problemas e, neste artigo, explicamos por que o barato pode sair caro nessas instalações.


Por vezes, O Brasileiro sempre dá um “jeitinho”. Entretanto, é preciso ter consciência de que todo “jeitinho” tem um preço.
Compartilhar internet com vizinhos é um ótimo exemplo de prática aparentemente vantajosa ― por vezes, solidária ― que pode dar muita dor de cabeça no futuro.
Estamos novamente por aqui para te dar mais uma dica.
Você sabe por que não recomendamos que você compartilhe a sua internet ?
Vamos te explicar o porque.

Quando você cliente opta por compartilhar a sua internet com terceiros, você fica mais vulnerável a invasões, comprometendo a sua segurança. …
A pessoa que tem a senha da sua internet pode bisbilhotar o que você está fazendo, está acessando, e ter acesso a informações privilegiadas.
E mais, você sabia que o titular da linha responde por quem está utilizando sua internet ? isso significa que se alguém cometer algum crime utilizando a sua internet, você terá que prestar explicações.

É crime dividir internet ?

O compartilhamento de internet com vizinhos, por ser um tipo de instalação clandestina, pode ser enquadrado na Lei 9.472/1997, cujo artigo 183 prevê punições a práticas dessa natureza. Esse tipo de crime é configurado principalmente quando o titular “terceiriza” a conexão, cobrando um valor mensal pelo uso.

O titular também está sujeito a ações judiciais por parte do fornecedor, tendo em vista que a prática estabelece quebra de contrato e desvio de finalidade do serviço contratado. Tais argumentos podem ser entendidos como infrações de caráter legal.

Assista o video abaixo para entender melhor.

https://www.youtube.com/watch?v=Pjo4c2qXppA

Autor

eduardo

Autor

Posts relacionados

Utilizamos cookies para oferecer melhor experiência, melhorar o desempenho, analisar como você interage em nosso site e personalizar conteúdo.

plugins premium WordPress